sexta-feira, 20 de março de 2009

Mais Dados...


Dona Esmê, é a camareira que aparece no vídeo http://extra.globo.com/geral/video/2008/9170/ tentando defender Luana Piovani da agressão física que Dado Dolabella teria praticado.
A senhora Esmeralda de Souza (Esmê) tem 62 anos de idade e ainda se recupera das seqüelas resultantes da contenda do casal.
No momento, Esme estaria com dificuldades para custear a fisioterapia.
Dado Dolabella teria sido indiciado por lesão corporal de natureza grave.

O moço tem fama. Alguém já viu a briga com o apresentador da MTV?
Reparem: http://www.youtube.com/watch?v=3xWn2ja2MxQ?

quinta-feira, 19 de março de 2009

Maria da Penha

"Dado Dolabella não consegue reverter prisão
O ator Dado Dolabella não conseguiu reverter a decisão que determinou sua prisão. O Judiciário negou o pedido de Habeas Corpus apresentado pelo ator. Por ter descumprido ordem judicial de não se aproximar da ex-namorada Luana Piovani, Dolabella foi preso e passou a noite na Delegacia de Atendimento à Mulher. Nesta quarta-feira (18/3), o ator foi transferido para a Polinter, presídio conhecido por abrigar acusados de tráfico e integrantes de milícias. As informações são do jornal Extra.

O diretor da Polinter já tomou algumas iniciativas para que a presença do ator não atrapalhe o cotidiano do presídio. Dolabella ficará em uma cela comum, já que não tem curso superior. Segundo funcionários do presídio, o ator vai ficar junto com os presos que não pertencem a nenhuma facção criminosa. Eles afirmam que não é uma cela especial. O ator compartilhará uma cela com outros 30 presos que não são considerados de alta periculosidade.

Segundo a Polícia, o ator foi preso por descumprir a determinação judicial de não se aproximar da ex-namorada Luana Piovani. Em novembro, depois de ser acusado de agredir a atriz, o I Juizado de Violência Doméstica do Rio determinou que o ator deveria manter distância de, no mínimo, 250 metros de Luana Piovani, sua ex-namorada. Também foi proibido de manter contato com a atriz por qualquer meio de comunicação.

A ordem judicial, no entanto, teria sido desrespeitada em duas ocasiões. A primeira foi no Carnaval, quando os dois estiveram no mesmo camarote, no Rio. A segunda ocasião foi em uma festa, no dia 8 de março. A polícia pediu a prisão preventiva do ator, que foi decretada ontem pelo 1º Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

“A Lei Maria da Penha é muito dura e precisa ser respeitada. Se Dado chegou num lugar onde a Luana estava, ele deveria ter saído do local”, disse a delegada Inamara Costa.

Dolabella e Luana Piovani são atores conhecidos não só pelos seus trabalhos, como pelas confusões que já se envolveram. O relacionamento entre os dois conhecidos atores, que namoraram, terminaram, voltaram e terminaram de novo, virou caso de Polícia em outubro, quando Luana prestou queixa contra Dado depois de agressão em uma boate na zona Sul do Rio. O laudo do exame de corpo de delito do Instituto Médico Legal (IML) confirmou que a atriz sofreu uma lesão leve."
fonte: Conjur

domingo, 15 de março de 2009

Divulgação


Ontem ministrei palestra na Loja Maçônica Dr. Dionísio da Costa a convite do Núcleo Alfa Guardiões da Morada do Sol (APJ/GOB). O tema da palestra: "Violência contra Mulher". Na oportunidade, apresentei um vídeo onde constava algumas estatísticas relacionadas ao assunto.

video

Durante a preparação dos trabalhos para o evento, consultei algumas das publicações relacionadas ao tema e, dentre elas, merece destaque o trabalho da Antropóloga Bárbara Soares. Trata-se de um conjunto de textos reunidos que traz orientações práticas para quem lida com pessoas que vivenciam esta forma de violência.

"Enfrentando a Violência contra a Mulher".

Quer ler? Recomendo. Pode clicar aqui e baixar:

http://200.130.7.5/spmu/docs/enfrentando%20violencia.pdf

quinta-feira, 5 de março de 2009

Semana da Mulher

"O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, em parceria com a Prefeitura Municipal de Patos, realizam a semana em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

A programação terá início nesta sexta, dia 06 de março, com uma caminhada pela paz saindo da Praça Edivaldo Mota com chegada marcada para a Praça Getulio Vargas. Tendas serão montadas para oferecer serviços gratuitos, como atendimentos jurídicos por alunos do curso de direito da FADIP e atendimento fisioterápico pelos acadêmicos de Fisioterapia das FIP..."

Para ver a matéria completa clique: http://www.patosonline.com/mostra.php?id=5139

Haverá uma palestra no Auditório do controle e avaliação, dia 13 às 16 hs, onde irei proferir palestra sobre a Lei Maria da Penha.

Fonte: Patos Online .